Blog de
Marketing Digital

Produtos mais vendidos em lojas virtuais durante a Pandemia

Confira quais negócios tiveram alta no faturamento, mesmo com o isolamento social

Os efeitos da pandemia causada pela propagação do coronavírus podem ser identificados em diversos contextos diferentes. Um deles está relacionado ao e-commerce.

O isolamento social tem interferido diretamente no comportamento do consumidor, que tem usado os recursos da internet para fazer suas compras. Neste artigo, você conhecerá quais são os produtos mais vendidos em lojas virtuais nos últimos meses.

Efeitos da pandemia no comércio eletrônico

A Criteo, empresa de tecnologia de marketing fez uma pesquisa para descobrir quais são os produtos mais vendidos em lojas virtuais durante o mês de abril. Foram analisadas 20 mil plataformas de e-commerces de 80 países, incluindo o Brasil.

Snacks: Os dados revelaram que a venda online de snacks aumentou, aproximadamente, 722%. A comercialização de salgadinhos, biscoitos, chocolates, entre outros, tem liderado o ranking de produtos mais vendidos em lojas virtuais.

Supermercado: A venda de itens de supermercado aumentou consideravelmente na pandemia. O setor teve alta de 233%. Tudo indica que esse hábito de comprar alimentos e produtos de limpeza pela internet se manterá, mesmo com o fim do isolamento social.

Eletrônicos: A comercialização de eletrodomésticos e eletrônicos tem como destaque os videogames, com alta de 315% e notebooks, que aumentou 169%. A venda de televisões cresceu 191% e a de roteadores, 193%.

Fitness: O fechamento de academias gerou a necessidade de praticar exercício em casa. Entre os produtos mais vendidos em lojas virtuais, a venda de equipamentos para prática de yoga e pilates contabilizou um crescimento de 387%.

Produtos mais vendidos em lojas virtuais no Brasil

Antes da pandemia, a previsão de crescimento do comércio eletrônico no Brasil era de 18%. Esses dados, informados pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABCOMM) indicariam um faturamento de 106 bilhões de reais no ano de 2020.

Com o isolamento social, o percentual tem sido bem maior e superado as expectativas. Para controlar o contágio, as lojas físicas começaram a investir no e-commerce. Lojas que não vendiam pela internet tiveram que se reinventar em tempo recorde.

De acordo com uma pesquisa realizada pela E-Commerce Brasil, o comércio eletrônico nacional aumento 81% somente no mês de abril. Vale mencionar que, nesse período, as empresas ainda estavam migrando para esse novo contexto.

Em relação ao faturamento, a estimativa é a de R$ 9,4 bilhões. Esse número indica um crescimento de 98% em relação ao ano de 2019. Com base na mesma pesquisa, os produtos mais vendidos em lojas virtuais têm sido os seguintes:

Alimentos e bebidas: As compras online em supermercados aumentaram 294%.

Instrumentos Musicais: A compra de violões, teclados e instrumentos de percussão cresceu 252,4%.

Brinquedos: Alguns dos produtos mais vendidos em lojas virtuais voltados para crianças são jogos, brinquedos educativos e quebra-cabeças. Eles representam um aumento de 241,6%.

Eletrônicos: A venda de computadores, videogames e televisores cresceu 169,5%. Eletrodomésticos e acessórios tiveram aumento de 45%.

Artigos domésticos: Itens de cama, mesa e banho também estão na lista dos produtos mais vendidos em lojas virtuais. O aumento representa 165,9%.

Máscara fácil: A venda desse EPI, que era utilizado apenas por profissionais da saúde, teve aumento de 433%.

Álcool: A venda desse produto antibacteriano cresceu 96% no mês.

Suplementos alimentares: Houve um aumento de 59% na venda de vitaminas, shakes, entre outros produtos de suplementação.

Iluminação: Empresas que vendem luminárias presenciaram a alta de 52% na venda desses objetos.

Fone de ouvido: A necessidade do home office e reuniões virtuais fez com que as pessoas buscassem por fones de ouvido de maior qualidade. A venda desse acessório teve alta de 49%,

Roupas: As camisetas e moletons estão entre os produtos mais vendidos em lojas virtuais, com aumento de 45%.

Ferramentas: A venda de furadeiras, serras, lixadeiras, entre outras ferramentas, aumentou 41%.

Artigos de armarinhos: Objetos de decoração, aviamentos, entre outros produtos, foram responsáveis pelo aumento de 40% nas vendas online.

Cuidado com a saúde: A venda de remédios e produtos de higiene representa um aumento de 39%.

Sua empresa está acompanhando toda essa evolução?

Como você interpreta esses dados dos produtos mais vendidos em lojas virtuais nos últimos meses? Se o seu objetivo é liderar no e-commerce, é importante começar agora mesmo a se preparar para as mudanças que continuarão, mesmo depois da pandemia.

Todas essas transformações implicaram também em novas formas de comunicação. Mais do que nunca, você precisa se reinventar no mercado e direcionar os holofotes para a presença do seu negócio no mundo digital.

Quer colocar seu e-commerce em lugar de destaque? A GRUP está à disposição para te ajudar a se reinventar nesse novo começo. Nós contamos com uma equipe de peso que oferecerá estratégias de marketing digital de acordo com seu perfil e necessidades.

Ficou curioso em conhecer o nosso trabalho? Entre em contato conosco e agende uma conversa. Nós ficaremos felizes em tirar todas as suas dúvidas e fazer com que sua empresa se destaque com os  produtos mais vendidos em lojas virtuais.

Latest Posts
2 de setembro de 2020

Confira quais negócios tiveram alta no faturamento, mesmo com o isolamento social Os efeitos da pandemia causada pela propagação do […]

2 de junho de 2020

É tempo de repensar as estratégias e potencializar a presença digital de sua empresa A pandemia causada pela propagação do […]

Fique por dentro de
todas as novidades!